Nova Prata, 19 de Dezembro de 2018

A felicidade e José Saramago

Esses dias vi na Globonews a reprise de uma entrevista que o Edney Silvestre fez com o José Saramago. O Saramago é incrível, embora suas palavras, enquanto as fala, não confiram tanta credibilidade.
Mas quem hoje em dia preocupa-se com credibilidade. O que ele fala é ainda mais bonito do que escreve. Embora menos genial.
Saramago publicou o primeiro sucesso, Memorial do Convento, aos 60 anos de idade. Trabalhou a maior parte da vida como mecânico. Algo um pouco distante da literatura. Comentou que, hoje, não saberia consertar um carro, porque ele já não é o mesmo, mas, principalmente, porque os carros já não são os mesmos. Felizmente, para nós, depois que ele começou a escrever, a literatura também não é a mesma.
O que mais chamou-me atenção foi o fato de Saramago dizer que o Prêmio Nobel que recebera não tinha grande importância na sua vida. Era um grande prêmio, mas comparado à grandeza do universo, isso era muito pequeno. Quando o recebeu, em seu discurso, disse que o homem mais sábio que conhecera fora o avô, que não sabia ler nem escrever.
Segundo o escritor, a infância foi a principal parte da sua vida: a parte em que ele a sentiu mais intensamente. José Saramago nasceu e passou os primeiros anos em Azinhaga, uma aldeia em Portugal, até mudar-se para Lisboa com a família; mas nas férias, sempre voltava para a terra natal, onde tirava os sapatos e encontrava os (verdadeiros) amigos, a sua gente. Só para lembrar, nos anos em que o único escritor de língua portuguesa a ganhar o Nobel, José Saramago, sentiu a vida roçar sua pele na forma mais completa, ele era pobre, filho de camponeses e nada conhecia do mundo além do lugar onde vivia.
Talvez esta seja a principal lição. Quanto menos conhecemos as coisas, mais estamos próximos da felicidade.

Veja outros colunistas

Conserve seu implante dentário

Reinaldo Zanotto

Reinaldo Zanotto

[ Leia mais ]

Quem bate à porta?

Cíntia Bettio

Cíntia Bettio

[ Leia mais ]

Câncer de boca

Reinaldo Zanotto

Reinaldo Zanotto

[ Leia mais ]