Nova Prata, 20 de Janeiro de 2018

Potencialize o seu clareamento dentário

Existem dois tipos de clareamento dental, o caseiro, que pode ser feito pelo paciente com a orientação de um profissional, e o de consultório, que pode ser por meio de laser/led ou com produtos mais inovadores que dispensam a ativação pela luz. Todos trazem um efeito satisfatório, no entanto, é preciso analisar caso a caso para indicar o tratamento mais eficaz para cada paciente.
1 - Não fume. Um dos aspectos limitantes da técnica clareadora é quando o paciente é fumante, porém não é contraindicado. O hábito de fumar faz com que o resultado seja comprometido e a sua estética também. O tabaco mancha os dentes, acumula placa bacteriana e tártaro.

2 - Evite bebidas com corantes, como vinho tinto, chimarrão, café e refrigerantes. Evitar bebidas durante o procedimento clareador é interessante, porém não é crucial para o sucesso da técnica. Esses alimentos pigmentam os dentes superficialmente e, por isso, são removidos facilmente com uma profilaxia profissional, mais conhecida como limpeza no dentista.

3 - Se for consumi-las, evite escovar os dentes logo em seguida. Faça bochechos com água antes de escovar os dentes - Caso faça o consumo desses alimentos, o ideal é esperar 30 minutos para fazer a escovação. Esse é o tempo necessário para que a própria saliva possa neutralizar o pH da boca. Na verdade, essa dica serve para qualquer alimento digerido, não apenas os pigmentados.

4 - Faça a profilaxia em consultório, pelo menos a cada quatro meses. É importante que o paciente faça uma consulta de revisão que inclui, profilaxia (limpeza), jato de bicarbonato e remoção do tártaro, em média a cada quatro meses. Isso ajuda a manter a saúde bucal, além de prevenir doenças orais, tanto nos dentes, quanto nas gengivas e mucosas. O procedimento realça a cor natural dos dentes, mas a sua importância está em deixar a boca saudável, pois remove aquilo que a escovação normal não consegue retirar.

5 - Avalie a possibilidade de usar lentes de contato dentais. Lentes de contato dentais são fragmentos cerâmicos ultrafinos colados sobre a superfície dental, e, quando indicados corretamente, são perfeitos para quem quer ter um sorriso mais atraente. Dentes separados, com forma e tamanho inadequados são bons candidatos a tal técnica. É importante que seja recomendado após o clareamento dental, pois a cor, no caso mais clara, já foi obtida, facilitando a igualdade de cor da restauração a ser colocada. O clareamento feito após a instalação das lentes é ineficaz, pois os materiais cerâmicos não sofrem ação do gel.
Para mais esclarecimentos, converse com o seu dentista.

Veja outros colunistas

Ensine o seu filho a cuidar da saúde bucal

Reinaldo Zanotto

Reinaldo Zanotto

[ Leia mais ]

Algumas considerações

Eduardo Motta Caldieraro

Eduardo Motta Caldieraro

[ Leia mais ]

Palavras mágicas

Cíntia Bettio

Cíntia Bettio

[ Leia mais ]