Nova Prata, 18 de Dezembro de 2018

Os dentes artificiais – implantes odontológicos

Os implantes odontológicos de última geração permitem a instalação de dentes artificiais com toda a segurança e resultado funcional e estético similar aos dentes naturais. As próteses fixadas sobre os implantes não se soltam durante a mastigação e propiciam maior conforto, segurança e eficiência que a ponte móvel e as dentaduras.
Esses implantes são feitos a partir de parafusos de titânio colocados através de cirurgia nas áreas onde faltam dentes e sobre esses parafusos são instalados dentes artificiais. A cirurgia é feita sob anestesia local e dura, em média, de 40 a 60 minutos.
As próteses totais são colocadas três a quatro dias depois da cirurgia. Próteses parciais geralmente são colocadas no mesmo dia da cirurgia. Quase sempre são provisórias e substituídas em poucos meses pelas definitivas.
Em 95% dos casos, se os implantes não forem perdidos nos dois primeiros anos de uso, durarão toda a vida. Os implantes de boa procedência apresentam taxas de sucesso acima de 90% no maxilar superior e, 97% no inferior. A técnica pode ser utilizada a partir da puberdade. O titânio utilizado no implante é um material usado em ortopedia há muitas décadas.
O titânio não sofre corrosão quando em contato com o corpo humano e não sofre rejeição imunológica. É importante ressaltar que as próteses fixadas ou não sobre os implantes não são dentes naturais, por isso, esteticamente trata-se de uma solução apenas aceitável, nunca igual ao resultado dos dentes naturais
Para mais esclarecimentos, converse com um dentista.

Veja outros colunistas

Conserve seu implante dentário

Reinaldo Zanotto

Reinaldo Zanotto

[ Leia mais ]

Quem bate à porta?

Cíntia Bettio

Cíntia Bettio

[ Leia mais ]

Câncer de boca

Reinaldo Zanotto

Reinaldo Zanotto

[ Leia mais ]