Nova Prata, 03 de Dezembro de 2021

Lá vem a reforma da previdência. E agora?

Com a Reforma Previdenciária batendo a porta dos segurados e a insegurança criada pelas falácias sobre os temas, tem-se que um dos objetivos do governo é fazer com que os brasileiros passem mais tempo no mercado de trabalho.
A justificativa é que a expectativa de vida tem aumentado, a população jovem está diminuindo e a Previdência tem registrado resultados cada vez mais deficitários (ao menos é o discurso do Governo).
Além de tentar manter o segurado contribuindo sem ter de pagar o júbilo ao mesmo, há a possibilidade de se provocar mais reações contra a reforma, pois dentro do “cavalo de Tróia da Previdência” existe a possibilidade eventual da cobrança dos inativos.
Além de toda penitência assombrosa já existente, haveria uma queda imediata na renda de todos os aposentados.
A maioria das mudanças previstas terá impacto apenas para quem ainda não se aposentou!
O governo quer adotar idade mínima de 65 anos para a aposentadoria de homens e mulheres, com pelo menos 25 anos de contribuição. As novas regras devem valer para homens com menos de 50 anos de idade e mulheres com menos de 45.
Ao bem da verdade, mesmo que menor, a estabilidade da aposentadoria pelas regras atuais traz o mínimo de segurança ao contribuinte/segurado, eis que manterá seu direito pelo que hoje está se baseando a Legislação.
O que salta aos olhos é que o atual governo lança “balões de ensaio” para medir a repercussão das notícias, e posterior, basear-se nessas movimentações para apresentar a real Reforma mais tarde!
Não há a mínima dúvida que se o contribuinte/segurado perfaz o tempo mínimo para a aposentadoria, deve de imediato pleitear seu direito, pois a tempestade já é prevista e com altas possibilidades de estragos na vida da população!

Veja outros colunistas

Proteção de dados: direito fundamental do cidadão

Fabio Maciel Ferreira

Fabio Maciel Ferreira

[ Leia mais ]

Auxílio inclusão benefício disponível a pessoas com deficiência que recebem o BPC

Robinson Nardi

Robinson Nardi

[ Leia mais ]

A difícil arte de voluntariar-se

Guido Denipotti

Guido Denipotti

[ Leia mais ]