Nova Prata, 14 de Abril de 2021

- em Entrevista

Entrevista: Frei Mauri Francescatto

O religioso reflete sobre esinamentos na quaresma e no isolamento social
Frei Mauri Francescatto
Frei Mauri Francescatto /

Nova Prata - O jornal Correio Livre entrevistou o Frei Mauri Francescatto para falar sobre o período da Páscoa e isolamento social.

 

Como a quaresma pode nos ajudar a refletir sobre a quarentena e o isolamento social?

Bom, na verdade, a quaresma já na sua essência e natureza é um período de interiorização e reflexão, um tempo maior de recolhimento interior. Então a quarentena e o isolamento social, dentro do contexto da quaresma e da pandemia, nos ajudam a refletir sobre o que temos de mais precioso, que é o dom da vida. Pois, sempre que falamos de interiorização, reflexão, meditação, contemplação, na verdade são palavras, termos que já indicam um voltar-se para si, e esse voltar-se a si com a finalidade também de olharmos o outro, ou seja, as nossas relações com Deus, com o outro, com o universo e conosco mesmo, no intuito de sermos homens e mulheres melhores em nossos relacionamentos humanos, fraternos, com Deus e com toda a obra criada por Ele e que está à nossa disposição.

 

Como as pessoas podem celebrar a fé, mesmo estando distante da igreja?

Na verdade aqui precisamos esclarecer um aspecto sobre o que é igreja. Na verdade, igreja é todo o cristão batizado. A igreja templo é uma construção, é um espaço sagrado para nos encontrar como a grande família dos filhos e filhas de Deus. É o espaço do encontro do povo de Deus. Neste ano, dentro do contexto da pandemia, mais uma vez somos convidados a celebrar o coração do Ano Litúrgico desde a nossa casa, nossa família. Ou também com a expressão “Semana Santa em Família”. Evidentemente nada pode substituir o presencial, mas podemos estar unidos na comunhão espiritual pelos mais diversos veículos de comunicação que chegam em nossas casas. Se não podemos ir até a igreja física, podemos criar um ambiente de oração em nossa casa com a simbologia de cada dia, por exemplo, domingo de ramos, colocar ramos em nossas portas; quinta-feira santa, o pão; sexta-feira santa, a cruz e no sábado santo, vela e água. No momento da celebração parar tudo e acompanhar como se estivéssemos na comunidade maior de fé. Que também chamamos igreja.


Qual a avaliação da igreja quanto à pandemia do coronavírus até agora?

Na verdade é uma pergunta difícil de ser respondida. Uma avaliação que requer levar em conta muitos elementos. No entanto, vamos tentar dizer algo de forma muito simplória. O certo é que estamos perdendo muitas vidas, isso é visível a todos nós. Constatamos muito sofrimento e muita dor por parte das vítimas e de suas famílias. A pandemia nos fez mudar nosso modo de ser, pensar, agir, de nos relacionar, enfim é um tempo diferente e exigente para todos nós. No entanto, que esse tempo seja também uma oportunidade para reavaliarmos as nossas escolhas, nossas opções e que de fato passamos buscar aquilo que é o essencial, o mais importante, o bem mais precioso que temos, a vida. É próprio de quem ama cuidar, proteger e amparar o seu amado. Portanto, o grande apelo que a igreja nos faz é para que cuidemos da nossa vida e de nossos irmãos e irmãs.

 

Como será a programação da sexta-feira santa e sábado de aleluia?

Quanto à programação da Semana Santa, ainda está meio que indefinida frente aos decretos que precisamos levar em conta, quanto às celebrações serem privadas, isto é sem a presença dos fiéis ou com a presença deles, mas no máximo de 30 pessoas. Mas de que qualquer forma temos uma programação que vai acontecer: quarta-feira santa, 20h, celebração penitencial; quinta-feira santa 19h, missa da Ceia de Jesus; sexta-feira santa 15h, celebração da Paixão de Jesus; sábado Santo do Aleluia 19h, missa da Ressurreição de Jesus.

Todas essas celebrações serão transmitidas pela Rádio Prata, pelo Facebook da paróquia e na sexta-feira Santa, também pela Conecta Mais TV.

13 Abr. 2021, 15:03

Descartes em Lixeira Inteligente geram doações à AAMA

12 Abr. 2021, 15:03

Hospital São João Batista recebeu R$ 233.116,23 em doações em março

12 Abr. 2021, 15:03

VAGAS DE EMPREGO