Nova Prata, 20 de Julho de 2019

- em Especiais

Benefícios do pinhão e informações nutricionais

Com as baixas temperaturas, é normal que o desejo por guloseimas e comidas gordurosas aumente. Felizmente, existem alguns alimentos que podem ser uma alternativa saudável para essa e outras temperaturas. O pinhão é um deles.
Mercado Porta
Mercado Porta

Consumido em todo o país, principalmente nas festas juninas, poucos sabem, mas essa semente é fonte de fibras, proteínas, carboidratos e de minerais importantes como o potássio, o cálcio, o ferro e o zinco. As fibras nele contidas são aliadas do funcionamento saudável do intestino. Essa característica nutricional contribui para o controle do colesterol, auxiliando na eliminação dos sais biliares (substâncias produzidas por meio do colesterol e utilizadas na digestão das gorduras).
O potássio, nutriente importante do alimento, é conhecido como um vasodilatador. Uma vez que ele contribui para o aumento do diâmetro das artérias, o sangue passa a circular com mais facilidade no organismo, reduzindo, dessa forma, a pressão arterial. Consequentemente, ambos os nutrientes ajudam a evitar doenças cardiovasculares. Destacam-se ainda os carboidratos. O nele contido é do tipo complexo, ou seja, garante maior saciedade e estimula o equilíbrio intestinal, recuperando a flora bacteriana e melhorando o sistema imunológico.

Consuma com moderação
Como todo alimento, é necessário consumir de forma equilibrada. O pinhão é uma semente bastante calórica e rica em carboidratos. Isso significa que ele garante energia para as atividades do dia a dia, mas é necessário ficar atento às porções. Ele deve ser consumido no almoço ou no jantar, acompanhado de salada ou algum tipo de carne.
A recomendação é ingerir 100 gramas por dia (dez unidades), o equivalente a 174 calorias. O pinhão pode fazer parte da alimentação de qualquer pessoa, sem restrição de idade, desde que seja seguida a recomendação diária de consumo. A pesquisadora Cristiane Helm, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa (PR), diz que o alimento também é indicado para pessoas com doença celíaca, pois a farinha do pinhão não contém glúten.
O pinhão deve ser ingerido cozido ou na forma de farinha, que pode servir como ingrediente para pães, massas alimentícias, biscoitos e bolos. Para esse tipo de consumo, é necessário triturar o nutriente em um liquidificador ou processador. A farinha de pinhão pode substituir a farinha de trigo.

Benefícios do pinhão
Previne doenças: Comer pinhão periodicamente pode ajudar na prevenção de doenças cardíacas, alguns tipos de câncer, no controle do diabetes e do colesterol. Por ser rico em cálcio e fósforo, esse alimento ainda ajuda no fortalecimento dos ossos e, assim, é eficiente no combate à osteoporose e à descalcificação.
Dá energia: Quando você está se sentindo cansado ou desgastado, o pinhão pode elevar a sua energia, pois contém proteínas e magnésio, substâncias que melhoram os sintomas de fadiga e ainda ajudam a liberar a tensão muscular.
Faz bem para o coração: Além de ser uma boa opção para ajudar na circulação do sangue, o pinhão também contribui para um coração saudável por ser fonte de gorduras monoinsaturadas, que têm sido associadas a níveis mais baixos de colesterol e a menor risco de ataque cardíaco.
Contra o envelhecimento: Os antioxidantes encontrados no alimento retardam o processo de envelhecimento, pois ajudam a remover os radicais livres do corpo.
Auxilia a visão: Os antioxidantes também auxiliam na prevenção de doenças oculares, como a degeneração macular e catarata.

 

CARNE DE PANELA COM PINHÃO

INGREDIENTES
200 gramas de bacon em cubos pequenos
700 gramas de maminha bem limpa em cubos de dois centímetros (normalmente uma peça)
1 cebola grande em cubos pequenos (180 gramas)
2 dentes de alho bem picadinhos
1 colher (sopa) de açúcar (18 gramas)
1 xícara (chá) de vinho branco (240 ml)
4 tomates sem pele e sem sementes em cubos pequenos (500 gramas)
1 litro de água fervente (aproximadamente)
1 folha de louro
2 xícaras (chá) de pinhão cozido e sem casca (400 gramas ainda cru)
3 colheres (sopa) de salsinha e cebolinha picadas (3 ramos)
Óleo vegetal
Sal
Pimenta-do-reino

PREPARO
Numa panela grande doure o bacon na própria gordura. Descarte metade da gordura (guarde para outra preparação, como uma farofa), acrescente a carne, doure de todos os lados e passe para uma tigela. Regue o fundo da mesma panela com um fio de óleo, junte a cebola, espere murchar, misture o alho e deixe perfumar. Misture o açúcar, deixe começar a caramelizar, acrescente o vinho e mexa para soltar o que estiver colado no fundo da panela. Junte o tomate, a carne com os sucos que estiverem na tigela, o louro, cubra com a água e acrescente umas duas colheres (chá) de sal. Diminua o fogo quando ferver e cozinhe por mais ou menos duas horas, até que a carne esteja macia (espete com um garfo para testar e se perceber que o caldo começa a secar, junte água de meia em meia xícara). Junte o pinhão e deixe no fogo por mais uns 30 minutos, até que tudo esteja macio. Ajuste o sal e a pimenta, misture as ervas, passe para uma travessa funda e sirva com arroz, farofa ou com polenta cremosa.

Galeria de Imagens
CARNE DE PANELA COM PINHÃO
CARNE DE PANELA COM PINHÃO
Benefícios do pinhão e informações nutricionais
Benefícios do pinhão e informações nutricionais

18 Jul. 2019, 16:13

Parque da Imigração Italiana: um olhar para a origem

18 Jul. 2019, 16:13

Uma ponte de 1945...