Nova Prata, 16 de Julho de 2020

- em Especiais

Dor na articulação temporomandibular

O tratamento pode ser simples, mas a origem do problema nem sempre é fácil de identificar. Saiba mais sobre a articulação temporomandibular

O QUE É?
Desconforto ao realizar movimentos corriqueiros da boca: abrir, fechar ou até mesmo mastigar. Trata-se da disfunção da articulação temporomandibular (DTM), popularmante conhecida como dor na ATM.

O TAMANHO DO PROBLEMA
A articulação temporomandibular é responsável por ligar a mandíbula ao osso temporal do crânio. Por meio
dos chamados músculos elevadores e abaixadores, ela permite movimentos básicos como mastigação, fala e
abertura e fechamento da boca. Pode ocorrer de a região sofrer com deslocamentos do disco, perfurações ou com desgaste ósseo, provocando dores.

COMO É O DIAGNÓSTICO?
Feito por meio da entrevista com o paciente e exames físicos como a palpação na região. Exames complementares como tomografia e ressonância magnética podem ser úteis para firmar o diagnóstico e estabelecer o tratamento.

É MAIS COMUM EM QUE FAIXA ETÁRIA?
Tende a aparecer entre os 30 e 60 anos. No entanto, nada impede que crianças sejam afetadas.

NÃO TEM GÊNERO DEFINIDO MAS...
Devido a questões hormonais, o número de casos é 68% maior no sexo feminino

POR QUE ISSO OCORRE?

Por questões diversas:
● Genética - Quando a pessoa já nasce com a mandíbula deslocada
● Psicológica - Momentos de tensão relacionados ao estresse e à depressão
● Bruxismo - Doença caracterizada pelo aperto ou rangido forte dos dentes, principalmente à noite
● Traumas - Batidas ou pancadas podem danificar a região

● Doenças - Quadros de artrite ou artrose também se relacionam com o caso
● Má postura - Ficar muito tempo com o pescoço inclinado para olhar o celular pode comprimir a mandíbula

QUAIS OS SINTOMAS?

● Estalos ao abrir e fechar a boca
● Zumbido no ouvido
● Dores na mastigação
● Sensação de travamento da mandíbula, principalmente logo pela manhã
● Dores na cabeça e na musculatura próxima
● Sensação de ouvido cheio ou tampado

E O TRATAMENTO?

● Exercícios físicos são uma boa pedida para promover o relaxamento muscular
● Relaxantes musculares ou analgésicos podem aliviar os sintomas
● Fisioterapia ou acupuntura direcionadas à região
● Uso de placas miorrelaxantes para dormir: o aparato é encaixado nos dentes superiores
● Procedimentos cirúrgicos só são usados em casos mais graves para o recolocamento da estrutura óssea

 

DICAS

Se feitos em demasia, hábitos como mastigar chicletes, roer unhas e morder a ponta de canetas fazem com que a DTM se desenvolva. É bom evitá-los.

Alguns ruídos ocorridos durante os movimentos mandibulares, chamados de estalidos e crepitações, não signicam necessariamente uma disfunção que exija tratamento.

DTM pode ocasionar cefaleia ou agravar quadros de enxaqueca, o que exige um diagnóstico preciso para a diferenciação e o tratamento correto.

 

Fonte: Luiz Felipe Beltrame, ortodontista e chefe da Unidade de Odontologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, e Luciana Zaffari, especialista em DOR e chefe do Serviço de Cirurgia Bucomaxilofacial da Santa Casa.

12 Jun. 2020, 11:11

Dia dos Namorados

12 Jun. 2020, 11:11

Seis razões para comemorar o Dia dos Namorados em tempos de pandemia