Nova Prata, 01 de Agosto de 2021

- em Geral

Projeto Tribos Jovens Empreendedores realiza capacitação em escolas

O projeto integra um programa nacional que está presente em mais de 40 cidades gaúchas
Equipe do Projeto Tribos
Equipe do Projeto Tribos /

Nova Prata - Na terça-feira, 08, na sala vip do Centro Empresarial Vicencio Paludo, aconteceu uma reunião sobre a nova proposta da Tribos Jovens Empreendedores juntamente com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

A reunião teve a participação on-line do superintendente da Parceiros Voluntários, José Alfredo Nahas, da coordenadora da Tribos, Márcia Anselmo, da secretária de Educação do Município, Loreni Tonin, e da equipe pedagógica.

A coordenadora da Parceiros Voluntários de Nova Prata, Anamaria Rigo, reforça que o projeto Tribos nas Trilhas da Cidadania sempre foi o carro chefe da Unidade e acredita que, com a parceria indispensável da Secretaria de Educação, haverá uma adesão favorável com a nova proposta do projeto Tribos Jovens Empreendedores. “Parabenizo a inovação do projeto adaptado para o momento de pandemia que estamos vivendo. Assim, os nossos jovens serão capacitados e avaliados como uma preparação para o mercado de trabalho, não esquecendo a importância do trabalho voluntário, incentivando a responsabilidade social individual como exercício da cidadania”, fala Anamaria.

 

Tribos está presente em mais de 40 municípios no Estado

A Tribos é um projeto desenvolvido pela Organização Não Governamental (ONG) Parceiros Voluntários, certificado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e reconhecido como uma Tecnologia Social pela Fundação Banco do Brasil, realizado no Rio Grande do Sul em parceria com o Sebrae.

O projeto Tribos Jovens Empreendedores propõe uma experiência digital a estudantes de escolas públicas e privadas, desenvolvendo o empreendedorismo por meio de capacitações para educadores e alunos em assuntos como habilidades socioemocionais, liderança, inovação e prática social.

Tribos propõe o desenvolvimento de competências empreendedoras articuladas com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Estimula também a produção de conhecimento, do pensamento crítico, criativo e comunicativo a partir de um processo de autoconhecimento, empatia, cooperação e prática social voltados à construção do projeto de vida dos estudantes.

A metodologia propõe o desenvolvimento de competências empreendedoras no período de três anos (2021 a 2023) a partir da aprendizagem gradual, que inicia no ensino fundamental (nono ano) e encerra no segundo ano do ensino médio.

13 Jul. 2021, 17:38

Alea: conheça a história desta empresa ousada