Nova Prata, 01 de Agosto de 2021

- em Região

Produtores de Protásio Alves são premiados

A empresa Seara, do grupo JBS, premiou os melhores produtores de suas regiões de atuação com o troféu Super Agro
Casal Célia e Zeferino
Casal Célia e Zeferino /

A empresa Seara, do grupo JBS, premiou os melhores produtores de suas regiões de atuação, concedendo o troféu Super Agro. Os avicultores de Protásio Alves pertencem à região de Montenegro e conquistaram importantes posições.

 

Os produtores premiados por ciclo

Alexandre Martelo, que tem sua propriedade avícola na Linha Oitava Turvo, obteve o segundo lugar da região Montenegro, conquistando 108,58% da meta estabelecida pela empresa, que avalia vários quesitos, como biosseguridade, produção, fertilidade, nascimentos e obtenção de renda.

Ele e mais três pessoas atuam na propriedade desde 2016. A produção atual é de três milhões de ovos por ciclo de dez meses, com 15.600 matrizes e 1.700 galos alojados em dois galpões.

- A premiação foi uma grande surpresa para nós. Ela é fruto do empenho de toda a equipe – ressalta Martelo. Ele recebeu o troféu Super Agro, certificado e premiação em dinheiro de R$ 6 mil.

André e Jeison Prigol são produtores avícolas há 22 anos na comunidade Linha Nova Prata e conquistaram o terceiro lugar na região Montenegro, com a pontuação de 108,57% sobre a meta em eficiência no ciclo completo de 2020.

Em três galpões, eles mantêm 23,5 mil matrizes e 2,4 mil galos com produção de 4,5 milhões de ovos por lote. Os irmãos ressaltam que a premiação, troféu e R$ 4 mil em dinheiro, é fruto do apoio da equipe de trabalho e técnica, formada por sete pessoas.

- Para os avicultores, a premiação é um incentivo para o aprimoramento contínuo – comenta André.

O casal Célia e Zeferino Kowalski, na comunidade São João, é recordista nacional de produção de ovos, tendo como referência o lote 2019/2020 e, em 2018, conquistou o segundo lugar do Super Agro da Seara, região de Passo Fundo. Na premiação 2021, referente a 2020, obtiveram 98% de eficiência.

- Os critérios de avaliação mudaram, mas mesmo assim, estarmos entre os melhores da região de abrangência da Seara Montenegro nos incentiva a melhorar cada vez mais nosso trabalho - comentam Célia e Zeferino.

Eles trabalham sozinhos há 15 anos na avicultura e, atualmente, mantêm 7.800 matrizes e 820 galos com produção de 1,6 milhão de ovos por ciclo.

 

Premiados por quadrimestre

Júlio e João Carlos Porta foram premiados pelo desempenho do quadrimestre referente a 2020. Eles também atuam no ramo avícola há 22 anos com quatro aviários, também na comunidade São João, onde estão alojadas 31.200 matrizes e 3.400 galos com produção de 6 milhões de ovos por lote.

Além dos proprietários, mais oito pessoas trabalham na atividade. O nível de eficiência alcançado foi de 130% da meta estabelecida, o que os levou ao primeiro lugar. A granja recebeu troféu, camiseta, certificado e um jogo de espetos personalizados.

- O trabalho exige dedicação e disciplina de todos, mas recompensa – afirma Júlio.

O prefeito de Protásio Alves, Itamar Girardi, parabeniza todos os produtores e ressalta a importância da atividade avícola na economia e na geração de emprego e renda.

- Analisando a abrangência da Seara Montenegro, é preciso ressaltar que a maioria que obteve destaque está em Protásio Alves – comenta Itamar.

O primeiro lugar no Super Agro da região Montenegro foi para o produtor Sidinei Pasquali, de Caxias do Sul, com 110,14 de pontuação.

Galeria de Imagens
André e Jeison Prigol
André e Jeison Prigol
Júlio e João Porta
Júlio e João Porta
Alexandre Martelo
Alexandre Martelo

13 Jul. 2021, 09:32

Alea: conheça a história desta empresa ousada