Nova Prata, 17 de Outubro de 2019

- em Região

Obras para preservar o meio ambiente

Protásio Alves
Obras no município usam rejeitos das pedreiras.
Obras no município usam rejeitos das pedreiras. /

A administração de Protásio Alves conseguiu aliar a recuperação ambiental com obras de infraestrutura viária. Milhares de cargas de rejeitos das indústrias de extração de basalto foram utilizadas na base da pavimentação asfáltica.
O objetivo do trabalho é recuperar o meio ambiente e incentivar a extração do basalto e, consequentemente, fomentar a economia e incentivar a permanência das pessoas no interior do município.
Os números expressam da melhor forma a aplicação prática que alia recuperação ambiental e menor custo ao erário na obra específica da comunidade de Campo Alto: foram duas mil viagens com caminhão truck e 24 mil metros cúbicos de pedras para a base de aproximadamente 50 mil metros quadrados de pavimentação asfáltica.
Para sanar o passivo ambiental da indústria de extração de basalto, a administração também recolhe os rejeitos, sem custo algum para o extrator, que são destinados para o britador municipal.
É preciso salientar que para terem os rejeitos recolhidos, as indústrias de extração de basalto precisam estar regulamentadas e atendendo à legislação pertinente.
A preservação ambiental também está prevista na legislação municipal, que prevê incentivos através de horas máquinas para recuperar as áreas degradadas.
Ademir Gotardo, da comunidade Meia Légua, possui área de extração de basalto (pedreira) e avalia o incentivo da administração.
- É extremamente importante. O que retiram é entulho, então, limpam e liberam espaço - comenta Gotardo.
Para Ivo João Rodrigues e Domingos Miglioretto, da Linha Oitava Prata, que atuam na extração de basalto, além de preservar a flora, a retirada de rejeitos de basalto também evita a possiblidade deles chegarem às sangas e prejudicar o curso das águas.
- Também não podemos esquecer que a ação da administração reduz custo para os extratores de basalto, pois sem a ação da Prefeitura, o ônus de dar a destinação correta aos rejeitos caberia aos extratores - ressalta Ivo.
A indústria de extração de basalto emprega diretamente cerca de 250 pessoas no município de Protásio Alves.

Galeria de Imagens
Ivo
Ivo
Gilmar
Gilmar
Domingos
Domingos
Asfalto de 4mm e à quente garante mais durabilidade.
Asfalto de 4mm e à quente garante mais durabilidade.
Aproveitamento rejeitos
Aproveitamento rejeitos
Aproveitamento rejeitos
Aproveitamento rejeitos
Aproveitamento rejeitos
Aproveitamento rejeitos
Aproveitamento rejeitos
Aproveitamento rejeitos
Aproveitamento rejeitos
Aproveitamento rejeitos
Aproveitamento rejeitos
Aproveitamento rejeitos
Aproveitamento rejeitos
Aproveitamento rejeitos
Aproveitamento rejeitos
Aproveitamento rejeitos
Aproveitamento rejeitos
Aproveitamento rejeitos
Aproveitamento rejeitos
Aproveitamento rejeitos

17 Out. 2019, 17:32

Aviso de audiência pública

07 Out. 2019, 17:32

O desafio do especialista em audição