Nova Prata, 24 de Março de 2019

- em Segurança Pública

Arsenal nas mãos de civis no Brasil é 6º maior do mundo

Em uma proporção per capita, porém, taxa no Brasil está distante dos líderes.
Linha de produção da fabricante de armas Taurus, em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul
Linha de produção da fabricante de armas Taurus, em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul /

GENEBRA – Em números absolutos, o Brasil tem o sexto maior arsenal de armas do mundo na mão de civis. A constatação faz parte de um dos principais levantamentos realizados sobre a quantidade de armas leves em todo o mundo, elaborado pela entidade Small Arms Survey, com sede em Genebra.
Considerada como referência na coleta de dados sobre armas e usada até mesmo pela ONU (Organização das Nações Unidas) como bancos de dados, a entidade fez o cálculo a partir de dados de 2017 e o levantamento foi o primeiro a ser realizado em mais de uma década.

 No total, a organização estima que existam 17,5 milhões de armas nas mãos de civis no Brasil. Desse total, a maioria não é registrada. Seriam 8 milhões registradas, contra quase 9,5 milhões sem registros.
A liderança mundial é dos EUA, com 393 milhões de armas, acima mesmo do volume de população do país. De fato, 46% das armas civis no mundo estão nas mãos da população americana.

 Na Índia, as estimativas apontam para a circulação de 71 milhões de armas. A China vem em terceiro lugar, com 49,7 milhões de armas –49 milhões delas, porém, não são registradas. No Paquistão, os dados apontam para a existência de 43 milhões de armas. Ainda supera o Brasil a Rússia, com 17,6 milhões.

Em comparação ao tamanho da população, porém, coloca o Brasil distante dos líderes mundiais. No país, estima-se que existam 8,3 armas para cada cem pessoas. Nos EUA, são 120 armas para cada cem pessoas. O segundo colocado é o Iêmen, com 52 armas a cada cem pessoas.

O estudo alerta, porém, que não há uma correlação entre uma taxa elevada por população para a violência armada no pís. Na Suíça, por exemplo, são 27 armas por cem pessoas, contra 31 na Islândia e 34 no Canadá, todos países considerados como seguros.

Ainda assim, o volume em números absolutos no Brasil é considerado como elevado. O total no Brasil, por exemplo, é quatro vezes maior ao número de armas no Afeganistão, país que vive uma guerra há quase 20 anos. O Brasil também supera o México, onde 16,8 milhões de armas estariam nas mãos de civis.

O volume de armas com a população brasileira é 13 vezes superior ao total nas mãos das Forças Armadas no Brasil, com cerca de 1,3 milhão de armas. Entre os policiais federais e estaduais, o cálculo sobre o Brasil é que a quantidade de armas também está entre os sete maiores do mundo, com 803 mil armas.

 No mundo, o estudo estima que existam 1 bilhão de armas, somando ainda aquelas nas mãos dos estados. Cerca de 85% delas, porém, estão em mãos de civis, contra 13% com militares e apenas 2% com forças policiais. Em dez anos, o volume de armas nas mãos das populações passou de 650 milhões para 857 milhões.
Fonte: jamilchade.blogosfera.uol.com.br

21 Mar. 2019, 13:35

Outono começou nesta quarta-feira

14 Mar. 2019, 13:35

Dia Nacional dos Animais

07 Mar. 2019, 13:35

AGENDA DE EVENTOS